É comum que os empresários, sobretudo de empresas de pequeno porte, vejam o registro de marca como algo desnecessário, de menor importância. No entanto, em um mercado onde a concorrência é cada vez mais acirrada, é fundamental proteger a identidade do seu negócio de forma legal e eficaz.

No post de hoje, você entenderá que o registro de marca no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) não é um gasto para a empresa, mas sim um investimento para garantir que o seu negócio cresça de forma segura. Acompanhe:

1. Exclusividade

O registro da marca no INPI garante seu uso exclusivo em todo o território nacional, podendo ainda ser estendido para mais 137 países no ramo de atividade econômica em que atua. A exclusividade proporcionada pelo registro vigora pelo prazo de 10 anos e pode ser renovada sucessivamente.

Essa exclusividade é o que impede que outras empresas do mesmo ramo econômico copiem sua marca total ou similarmente, fator que implicaria em uma concorrência desleal. Afinal, para os clientes, poderia se tratar da mesma empresa ou do mesmo produto.

O registro da marca, além de inibir essa prática, fornece amparo legal para reprimir o uso indevido de sua marca por meio de ações judiciais, culminando inclusive no pagamento de indenização.

Além disso, só quem tem o registro pode licenciar o uso da marca — por meio de franquias, por exemplo — ou cedê-la mediante remuneração.

2. Segurança

Ganhar o reconhecimento do mercado e consolidar o seu nome são objetivos de toda empresa, seja ela pequena ou grande. Mas imagine conquistar seu público e ser obrigado a mudar o seu nome ou seu logotipo porque outra empresa te acusou de plágio? Isso poderia ser catastrófico para uma PME.

Mesmo que você esteja no mercado há anos, se a sua marca não estiver registrada, você pode ser obrigado a mudar de nome. Isso porque só quem tem o registro da marca no INPI tem direito ao seu uso exclusivo, não importa o tempo que você esteja no mercado.

Além disso, sua empresa pode ser acusada de cometer crime contra marcas e patentes — vulgo pirataria — e ainda ser condenada ao pagamento de indenização pelo tempo de uso não autorizado da marca.

Isso tudo porque, sem o registro no INPI, você não é o dono da marca e não há certeza de que você não esteja usando uma marca que já pertence a outra pessoa.

3. Conexão com os clientes

Atualmente, o mercado de consumo é voltado para a identidade visual. Nesse sentido, criar e registrar uma marca são também formas de criar um vínculo com o mercado consumidor. É a oportunidade de se fazer ser reconhecido em qualquer lugar que você esteja, única e simplesmente pelo seu nome.

Assim, o investimento em uma marca registrada proporciona uma fidelização por parte da clientela, o que ocorre tanto pela possibilidade de identificar e reconhecer a marca quanto pela credibilidade que isso passa.

Afinal, uma empresa que se preocupa em registrar sua marca se preocupa, também, em oferecer produtos de qualidade e em se consolidar no mercado.

4. Ativo financeiro

Somente quem tem o certificado de registro pode ser dono de uma marca. E não se trata de uma propriedade qualquer, que te garante apenas exclusividade: a marca pode se tornar um verdadeiro patrimônio — ela é um ativo financeiro.

Uma marca pode ser avaliada financeiramente e, muitas vezes, valer mais do que toda a propriedade material da empresa. Além disso, como toda propriedade, ela pode ser negociada.

A marca registrada pode, portanto, ser vendida, alugada ou mesmo ter seu uso licenciado. Em alguns casos, a marca pode até ser leiloada em processo de falência. Enfim, o dono da marca pode lucrar financeiramente com ela de várias formas.

Por todos esses motivos, o registro de marca é um investimento na medida em que se trata de uma propriedade — e, como tal, pode ser explorada. Além disso, ela permite um reconhecimento pelo público e, consequentemente, conquista a fidelização e a credibilidade pela clientela.

Agora que você entendeu a importância do registro de marca, que tal se manter por dentro de outros assuntos relacionados ao bem-estar do seu negócio? Siga nossa página no Facebook e acompanhe todas as novidades que compartilhamos!

Deixe um comentário

comentários

Receba nossa newsletter



x

Escolha o plano ideal para sua empresa
ou tire suas duvidas.