O patrimônio de uma empresa não se resume apenas ao seu estabelecimento ou seus equipamentos físicos. Os diversos tipos de marcas utilizados por sua empresa também constituem uma parte importante do seu negócio. Afinal, a marca é o primeiro contato do seu trabalho com o público e tem potencial para transformar sua empresa em uma grande corporação.

A chave do sucesso pode estar na ampliação de seus conhecimentos sobre marcas. É preciso saber o que é a marca, a importância de registrá-la e os tipos de marcas que um produto ou serviço podem ter.

Ainda tem dúvidas sobre esses conceitos? Então acompanhe o artigo de hoje:

O que é a marca e qual a importância de fazer seu registro?

A marca pode ser uma palavra, uma figura, um símbolo ou qualquer outro sinal distintivo visualmente perceptível. Sua principal função é distinguir produtos ou serviços semelhantes, mas de origem variada. Além disso, é por meio dela que o consumidor vai identificar o produto, servindo como referencial de qualidade.

Para proteger a marca contra cópias e concorrência, é preciso fazer seu registro. Essa é a única maneira de protegê-la legalmente, garantindo que não será utilizada por mais ninguém.

Quais são os tipos de marcas?

Para fins de registro, as marcas são classificadas pela forma de apresentação. Elas dividem-se em nominativa, figurativa, mista e tridimensional.

Confira o que significa cada uma dessas categorias:

1. Marca nominativa

A marca nominativa é aquela constituída por uma ou mais palavras, por escrito, em algarismos do nosso alfabeto, sem imagens, figuras, desenhos ou representações gráficas de letras.

2. Marca figurativa

Trata-se de marca constituída somente por algum desenho, imagem, figura, símbolo, representações gráficas ou figurativas de letras.

Também pode ser composta por letras de alfabetos distintos do nosso, como o árabe, por exemplo, assim como ideogramas japoneses, coreanos ou chineses. Nesses casos, a proteção da marca se dá apenas sobre aquela maneira de representar o símbolo, não sobre a palavra ou expressão que ele representa.

3. Marca mista

Também conhecida como marca composta, é caracterizada pela combinação dos tipos de apresentação nominativo e figurativo. Ou seja, é a combinação de uma imagem com o nome da marca por escrito.

Esse é o tipo mais comum de marca e também o mais indicado, pois protege ao mesmo tempo o logotipo e o nome da marca, também é indicado para marcas que necessitem de mais maior distintividade em função de usarem palavras genéricas ou de uso comum. Por ter um elemento visual diferenciado e uma palavra associada, proporciona ótima visibilidade ao seu produto.

4. Marca tridimensional

No caso da marca tridimensional, o que a define é o formato físico do produto ou da embalagem. Não se trata de uma forma comum, mas de um design que represente algo único, novo.

Para que possa ser registrada, essa forma não pode estar associada a qualquer efeito técnico. São muito comuns em embalagens e garrafas de bebidas ou perfumes.

Conhecendo um pouco melhor as marcas e seus tipos, você tem mais liberdade para optar por aquela que trará mais sucesso ao seu produto. Não esqueça da importância de fazer o registro da marca escolhida e desfrute dos benefícios que ela trará ao seu empreendimento.

Esse artigo ajudou você a compreender melhor os tipos de marcas? Então compartilhe-o nas suas redes sociais e ajude seus seguidores a ficarem por dentro desses conceitos!

Deixe um comentário

comentários

About the Author

Receba nossa newsletter



x

Escolha o plano ideal para sua empresa
ou tire suas dúvidas.