pirataria digitalA pirataria digital é um grande problema no Brasil. A cada dia, crescem os números de violações aos direitos autorais.

Segundo a IFPI (International Federation of the Phonographic Industry), ou Federação Internacional da Indústria Fonográfica, em português, o Brasil ocupa o 2º lugar no ranking dos países em que mais se pratica pirataria no mundo, ficando atrás somente da Espanha.

Afinal, por que tantas pessoas compram produtos pirateados? A resposta é simples: às vezes, o produto em si não tem um preço elevado, mas os altos impostos acabam por encarecê-lo, fazendo com que pessoas utilizem a pirataria para não ficarem desatualizadas.

Contudo, é unânime a posição de que a pirataria deve ser combatida. Mas afinal, o que é mito e o que é verdade sobre a pirataria digital? Confira aqui 5 dicas!

1. A pirataria digital no Brasil está em níveis alarmantes

Verdade. Conforme pesquisa realizada pela Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI), 52% de todos os CDs, DVDs e softwares comercializados no Brasil são piratas. Este percentual é superior à média mundial, que é de 34%.

2. Usar programas piratas aumenta a chance de ter vírus no computador

Verdade. Usar programas baixados de forma ilegal e sem informação sobre sua fonte é uma excelente oportunidade para que pessoas mal intencionadas incluam vírus no seu computador. Assim, sempre faça escolha por instalar programas originais e não seja alvo de invasores. Fique atento!

3. Copiar e portar filmes DVDs e áudio de CD é crime

Mito.  A pirataria pressupõe a reprodução, distribuição ou uso de uma obra por pessoas que não possuem a licença para isso (lei 9.610/98). Dessa forma, a partir do momento que você compra legalmente um CD ou um DVD original, você está comprando também a licença de uso e reprodução privada do mesmo.

4. Utilizar programas P2P e torrents são ilegais

Mito. Ambos os programas representam simplesmente uma tecnologia descentralizada de transferência de arquivos entre computadores, que operam sobre os protocolos TCP/IP da internet.

Assim, não há pirataria nisto. Muito pelo contrário, a tecnologia P2P tem aumentado os horizontes dos internautas, ocasionando o passe livre de conhecimento e uma cadeia de informações extremamente eficaz e original. Atualmente, muitas empresas trabalham com este tipo de tecnologia para facilitar a comunicação corporativa e os trabalhos coletivos com uso no computador.

O grande problema ocorre quando os usuários oferecem aos internautas, ou ainda, distribuem obras sem possuir os direitos para isso.

5. Quebrar a proteção de área do DVD é ilegal

Mito. A proteção de área do DVD é uma limitação técnica exigida pela indústria fonográfica para estabelecer zonas regionais específicas para cada disco, impedindo a transferência de DVDs de uma região para outra. É um procedimento puramente técnico sem amparo legal.

Vale destacar, ainda, que a quebra do sistema de criptografia que possibilita a restrição de área (CSS) também não pode, em hipótese alguma, ser considerada ilícita, pois está baseada em procedimento de engenharia reversa. No Brasil, a engenharia reversa não tem previsão legal, dessa forma, não é ilegal.

Com certeza, você já ouviu alguém falar sobre algumas das 5 curiosidades que citamos no texto, não é mesmo? Agora você já sabe como responder a essas indagações.

Gostou das nossas dicas? Tem dúvidas sobre os mitos e verdades sobre a pirataria digital? Deixe seu comentário no post e compartilhe conosco suas ideias e questões. Leia também sobre o que é pirataria e como ela pode prejudicar o seu negócio e fique por dentro de mais dicas.

Deixe um comentário

comentários

About the Author

Receba nossa newsletter



x

Escolha o plano ideal para sua empresa
ou tire suas dúvidas.