Fazer a gestão de empresas não é uma tarefa fácil. Um bom líder é aquele que estipula metas e estimula sua equipe a atingir os objetivos corporativos, sem deixar de considerar o bem-estar de um ambiente de trabalho saudável para os colaboradores.

Quando o gestor decide ser um bom líder, ele e seus funcionários saem ganhando: com o cenário favorável, os colaboradores se sentem mais motivados, ganhando em produtividade.

Quer se tornar um verdadeiro líder e alcançar grandes resultados? COnfira nossas 5 dicas para gerir com qualidade:

1. Estabeleça metas

Uma maneira de colocar a gestão de empresas em prática é estabelecer metas para a sua equipe. O erro de alguns líderes é apostar em objetivos inalcançáveis, o que traz frustração a todos os envolvidos.

Portanto, o ideal é apostar em metas estimulantes. Para tal, deve-se estabelecer pequenas metas a cada colaborador. Assim, a equipe inteira trabalha com métricas tangíveis e, por serem mais individualizadas, elas fazem com que cada funcionário trabalhe com mais garra para atingir os seus objetivos.

2. Motive os funcionários

Reuniões longas e sem sentido, trabalho sem reconhecimento e baixa remuneração são fatores que podem levar o melhor dos colaboradores a se sentir desestimulado e “empurrar o trabalho com a barriga”.

Para reverter esse quadro, o líder deve recompensar seus funcionários de diferentes maneiras: com feedbacks positivos quando a pessoa fizer um bom trabalho, com bonificações e premiações, quando as metas forem superadas, além de apostar em uma tática de gestão de empresas muito comum: o plano de cargos e salários.

Com essa tática, os colaboradores sabem que podem subir na carreira desde que cumpram os requisitos do plano e conseguem trabalhar muito mais motivados a crescer e se desenvolver. E todos saem ganhando com isso.

3. Trabalhe a gestão de pessoas

Lidar com pessoas não é uma tarefa fácil. Por isso, o líder precisa ter jogo de cintura, saber gerir conflitos e resolver problemas.

Nas empresas, é muito comum ver favoritismos para alguns em detrimento de outros. Um bom líder jamais deve fazer isso. Ele deve ser justo, exaltar o que cada um tem de melhor e dar sugestões de aprimoramento.

Assim, a gestão de pessoas atua como um componente de desenvolvimento pessoal e profissional de cada colaborador e também do próprio líder.

4. Delegue tarefas

Muitas pessoas, com receio de perder o respeito e sua posição de liderança, tendem a centralizar todas as tarefas para si. Além de gerar irritabilidade e estresse, isso não ajuda em nada a sua equipe a se desenvolver.

O líder deve aprender a delegar tarefas. Isso deixa o peso nas suas costas menor e leva novos e interessantes desafios aos colaboradores, que se sentem importantes quando recebem novas atribuições.

Além disso, ao delegar tarefas, o responsável consegue finalizá-las em menor tempo, evitando atrasos e sobrecarga de trabalho.

5. Dê o exemplo

De nada adianta o líder exigir que seus funcionários cheguem no horário se ele vive atrasado, ou pedir tarefas de qualidade se as dele são realizadas com correria e entregues de última hora.

Quem deseja se tornar um bom líder deve ser um espelho para os outros, já que é a figura que fica em maior evidência. As palavras ensinam, mas o bom exemplo traz resultados muito mais significativos. Portanto, seja você, em primeiro lugar, um exemplo de excelência.

Ser um bom líder e melhorar a gestão de empresas e pessoas é uma tarefa que exige tempo, paciência, disciplina e muita competência do profissional. Mas está longe de ser uma tarefa impossível. Basta querer e colocar as dicas em prática!

Gostou do artigo? Quer ter acesso a novos conteúdos sobre gestão e administração de empresas? Então curta a Página no Facebook da Juris Labore e fique sempre atualizado com as novidades do blog!

Deixe um comentário

comentários

About the Author

Receba nossa newsletter



x

Escolha o plano ideal para sua empresa
ou tire suas duvidas.