marca registrada

O registro de marcas hoje em dia é muito mais do que uma necessidade legal, é uma estratégia sensata de negócios. Afinal, se seus empreendimentos derem certo, e esse é o objetivo de qualquer pessoa que se dispõe a empreender, você vai querer estar protegido, não é?

E para garantir essa proteção é preciso registrar, desde cedo, todos os ativos da empresa, mesmo que não tangíveis, como as marcas, as patentes, os domínios de internet, entre tantos outros. Quer saber mais sobre os benefícios de ter sua marca registrada? Então confira:

1. Marca registrada significa a garantia de um ativo que pode valer muito no futuro

Principalmente para pequenas empresas e startups, pode parecer desnecessário registrar uma marca no começo do empreendimento. No entanto, esse ativo, por mais intangível que seja, pode chegar a valer muito no futuro, às vezes até mais do que os bens tangíveis da empresa. Ao ter sua marca registrada, você garante que a propriedade desse ativo não seja questionada no futuro, já que terá sido o primeiro a formalizar sua propriedade.

2. Ela agrega valor a produtos e serviços

Como as marcas indicam a procedência e a qualidade de um bem ou serviço, ela é essencial para que seus clientes valorizem seus produtos. Seja a marca tradicional ou inovadora, quanto melhor ela conectar-se com o público, maior é sua capacidade de gerar valor no mercado, ainda que os custos de produção e oferta dos bens e serviços não sejam tão altos assim. Ou seja, ela agrega valor a seu empreendimento.

3. O registro de marcas impede a concorrência desleal

Para impedir que concorrentes desleais utilizem sua marca sem autorização, o primeiro passo é mesmo o registro da marca. Assim, você garante que qualquer uso posterior e não autorizado da marca esteja em violação às leis de propriedade industrial do país.

4. Marcas registradas facilitam indenizações em caso de uso indevido

Ainda que você tenha registrado sua marca, é possível que concorrentes a utilizem sem sua autorização. Nesse caso, seria necessário agir judicialmente para buscar indenizações por eventuais perdas e danos causados. Com o registro da marca em mãos, o andamento do processo será muito mais rápido e sem surpresas.

5. Assim como outros bens da empresa, marcas podem ser vendidas, licenciadas e franqueadas

Sua marca registrada se consolidou no mercado, passou a agregar mais valor a seus negócios e é disputada entre consumidores? Que tal licenciá-la ou franqueá-la? Essas são maneiras alternativas de aumentar seus rendimentos sobre esse ativo, sem deixar de ser o proprietário dele. Além disso, também é possível vender algumas marcas, já que esse ativo não se confunde com a pessoa jurídica que é a empresa. Assim, marcas registradas podem ser negociadas em transações de fusão, aquisição ou venda de empresas.  

6. Fidelização de consumidores e respaldo no mercado

Com o passar do tempo, uma marca consegue consolidar o que há de mais importante para uma empresa: a fidelização de seus consumidores. Esse sinal distintivo será garantia de respaldo no mercado, qualidade do produto ou serviço, assim como indicações da boa procedência do que está sendo comercializado.

Que tal assinar nosso feed de notícias e saber mais informações sobre esse tema?

Deixe um comentário

comentários

About the Author

Receba nossa newsletter



x

Escolha o plano ideal para sua empresa
ou tire suas dúvidas.